Notícias Recentes

    Inauguração da estátua de Ye Ting e exposição
    fotográfica em memória dos familiares de Ye Ting que viveram em Macau

    Macau acolheu vários impulsionadores do movimento revolucionário na China, entre eles o líder militar Ye Ting. De modo a relembrar e comemorar o papel que Ye Ting ocupou na história da China moderna e os seus feitos, o Governo da R.A.E. de Macau decidiu proceder a reparações na antiga casa do revolucionário e aí erigir uma estátua à sua imagem bem como organizar uma exposição sobre a sua vida. Para marcar os 65 anos da sua morte, ontem, dia 29 de Dezembro, Quinta-Feira, pelas 15:00 horas, foi desvendada a estátua de Ye Ting, numa cerimónia onde estiveram presentes o Exm.º Sr. Sub-Secretário da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Edmund Ho Hau Wa; a Exm.ª Sr.ª Chefe do Executivo Interina do Governo da RAEM, Florinda da Rosa Silva Chan; o Exm.º Sr. Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Dr. Cheong U; o Exm.º Sr. Vice-Director do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central da República Popular da China na RAEM, Li Benjun; o Exm.º Sr. Sub-Comissário do Gabinete do Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China na RAEM, Zhang Jinfeng; o Exm.º Sr. Vice-Comandante da Guarnição em Macau do Exército de Libertação do Povo Chinês, Huang Taoyi; o Exm.º Sr.ª Sub-Director do Comité de Hong Kong, Macau e Taiwan da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês da Província de Cantão, Ai Tesha; a Exm.ª Sr.ª Vice-Presidente da Direcção da Associação Geral das Mulheres, Iong Weng Ian; e os Exm.º Srs. Ye Huaming e Ye Zhengguang, filhos de Ye Ting. Presentes estiveram também outros familiares do revolucionário e ainda o Presidente do Instituto Cultural (IC), Guilherme Ung Vai Meng.

    A antiga residência de Ye Ting, sita no n.º 76 da Rua Almirante Costa Cabral, é um edifício de dois pisos ao estilo europeu com uma área aproximada de 180m2, onde o militar e a sua família viveram durante 7 felizes anos. No início dos anos 50 a casa foi vendida, primeiro à Associação Geral de Estudantes Chong Wa de Macau passando, posteriormente, para as mãos da Associação Geral das Mulheres que aí estabeleceu a sua Creche II. Em Outubro deste ano, o IC, em colaboração com a Associação Geral das Mulheres, que mudou a sua creche para instalações de maior dimensão, procedeu a obras de renovação no edifício, e aí decidiu erigir uma “Estátua de Ye Ting com a sua família” e organizar uma exposição fotográfica, numa homenagem ao revolucionário e à sua escolha de Macau como segunda pátria.

    A “Estátua de Ye Ting com a sua família”, exposta no jardim da antiga residência do militar, foi comissionada ao escultor local Ka-Long Wong que, através de uma cena da intimidade familiar entre Ye Ting, a sua mulher e os seus filhos, apresenta o revolucionário como um marido dedicado e um pai afectuoso.

    De modo a restaurar fielmente a antiga fachada do edifício, o IC contou com a colaboração dos familiares de Ye Ting e fotografias desse tempo. Os trabalhos de restauro incluíram a demolição de partes entretanto acrescentadas ao edifício original, a troca de portas e janelas pelos modelos originais em madeira, a reparação do jardim e a construção de uma estufa e de um lago para peixes; as árvores do jardim recriam também fielmente as espécies aí existentes no tempo de Ye Ting. No salão do piso térreo serão expostas fotografias da vida militar de Ye Ting, que darão a conhecer os seus feitos e a sua importante contribuição para a história da China moderna; no segundo piso serão expostas fotografias da sua vida familiar, muitas das quais revelam cenas passadas na moradia, sendo da autoria do próprio Ye Ting. Para realizar as obras de restauro e a exposição fotográfica, o IC contou com a colaboração dos filhos de Ye Ting, Ye Zhengda, Ye Huaming e Ye Zhengguang, e ainda com o apoio dos Serviços de Publicações e Comunicação Social do distrito de Huiyang, da cidade de Huizhou, Cantão, que forneceu fotografias e materiais pertencentes ao Museu de Ye Ting. 

    Após esta primeira fase de restauro, o IC planeia dar início à segunda fase dos trabalhos já no próximo ano, que incluirá a continuação do restauro dos interiores e alargamento da exposição, esperando assim deixar uma herança para gerações futuras. A Casa de Ye Ting abre hoje ao público e estará aberta diariamente das 10:00 às 18:00 horas, incluindo feriados. A admissão é livre. Mais informações através do telefone n.º 8399 6699.


    Política de Privacidade    |    Feedback

    Copyright © Instituto Cultural, Reservados todos os direitos.
    Praça do Tap Seac, Edif. do Instituto Cultural, Macau
    Tel:(853) 2836 6866 Fax:(853) 2836 6899 Email:webmaster@icm.gov.mo

    Este site foi optimizado para visualização a 1024 x 768, nas versões Internet Explorer 10, Adobe Acrobat Reader 9 ou superior.