Notícias Recentes

    Instituto Cultural instalou sinalização do Centro Histórico de Macau e do Património da Humanidade

    Em 30 de Junho passado, pelas 13:00 horas, o Instituto Cultural instalou a primeira placa de sinalização do Centro Histórico de Macau e do Património da Humanidade no exterior da Sé Catedral, na presença de Jacob Cheong Cheok Kio, Chefe do Departamento do Património Cultural, do Arqto. Carlos Marreiros, célebre arquitecto local e do Padre João Evangelista Lau Him Sang, representante da Sé Catedral.

    A sinalização do Centro Histórico de Macau e do Património da Humanidade tem uma altura de 1,75m e dois modelos, nomeadamente o modelo na forma de um prisma quadrangular (placas de informação dos edifícios classificados) e o modelo na forma de um prisma rectangular (placas de informação das praças).

      

      

    As placas de informação dos edifícios classificados serão colocadas junto aos edifícios classificados, disponibilizando três faces para a inscrição de informação nas línguas chinesa, portuguesa, inglesa e japonesa, incluindo o emblema do Património Mundial da UNESCO, o título “Centro Histórico de Macau”, a designação do edifício classificado e uma breve apresentação sobre o mesmo.

    Nas placas de informação das praças, para além do emblema do Património Mundial da UNESCO, do título “Centro Histórico de Macau” e de uma breve apresentação sobre a história da praça nas línguas chinesa, portuguesa, inglesa e japonesa, será ainda indicada a sua localização no mapa e uma breve apresentação dos outros pontos de interesse histórico, cultural e arquitectónico, situados na mesma zona.

    O designer inspira-se na estela erguida em frente dos complexos de edifícios tradicionais chineses. O design do aspecto exterior é minimalista, mas bastante imponente e elegante na proporção de 1 por 8. As placas dispõem de um tamanho suficiente e a sua altura é ideal para o alcance visual, viabilizando uma leitura confortável. A sua área de implantação não ocupa muito espaço na via pública. O material utilizado é cobre vermelho (cobre puro), resistente e fácil de limpar.

    As placas de informação dos edifícios classificados serão colocadas num canto em frente à fachada principal do edifício classificado ou fora do respectivo muro de vedação. A sua localização não prejudica a vista do edifício classificado nem traz qualquer inconveniente aos transeuntes. As placas são fáceis de localizar. Os locais onde se vão encontrar estas placas incluem o Templo de A-Má, o Edifício da Capitania dos Portos, a Casa do Mandarim, a Igreja de S. Lourenço, a Igreja e Seminário de S. José, o Teatro D. Pedro V, a Biblioteca Sir Robert Ho Tung, a Igreja de Santo Agostinho, o Edifício do Leal Senado, a Santa Casa da Misericórdia, Sam Kai Vui Kun (Templo de Kuan Tai), a Igreja de S. Domingos, a Casa de Lou Kau, a Igreja da Sé, as Ruínas de S. Paulo, o Templo de Na Tcha, a Secção das Antigas Muralhas de Defesa, a Fortaleza do Monte, a Igreja de Santo António, a Casa Garden, o Cemitério Protestante e a Fortaleza da Guia.

    A localização das placas de informação das praças toma em consideração a direcção e movimento dos transeuntes com vista a facilitar a consulta das placas. As praças onde se vão encontrar estas placas incluem o Largo da Barra, o Largo do Lilau, Largo de Santo Agostinho, o Largo do Senado, o Largo de S. Domingos, o Largo da Sé, o Largo da Companhia de Jesus e o Largo de Camões.


    Política de Privacidade    |    Feedback

    Copyright © Instituto Cultural, Reservados todos os direitos.
    Praça do Tap Seac, Edif. do Instituto Cultural, Macau
    Tel:(853) 2836 6866 Fax:(853) 2836 6899 Email:webmaster@icm.gov.mo

    Este site foi optimizado para visualização a 1024 x 768, nas versões Internet Explorer 10, Adobe Acrobat Reader 9 ou superior.