Notícias Recentes

    Instituto Cultural realiza actividades para comemorar o 180.º aniversário de Zheng Guanying Lançamento inédito do Concurso de Fotografias Familiares

    14/04/2022



    Este ano marca o 180.º aniversário de Zheng Guanying. Com o intuito de aprofundar o conhecimento do público sobre este conhecido intelectual e industrialista da China moderna, bem como sobre a sua antiga residência, a Casa do Mandarim, o Instituto Cultural (IC) vai organizar, entre Abril e Dezembro do ano corrente, uma série de actividades comemorativas para assinalar os 180 anos do nascimento de Zheng Guanying. Entre as actividades, há um concurso de fotografias familiares, workshops para pais e filhos, concertos estudantis, visitas guiadas e apresentações teatrais, no sentido de homenagear Zheng Guanying e as suas contribuições ao longo da vida. A participação do público é bem-vinda.

    Nascido em 1842 numa família natural do Distrituo de Xiangshan, na província de Guangdong, Zheng Guanying, foi um intelectual e industrialista afamado dos tempos modernos da China. Assumiu cargos importantes em entidades como o Shanghai Mechanical Textile Bureau e a China Merchants Steam Navigation Company, tendo dado o seu contributo no Movimento de Ocidentalização. Após regressar a Macau, dedicou o seu tempo a arrumar as ideias e a resumir a sua experiência para a elaboração de Advertências em Tempos de Prosperidade, obra de importância na China moderna, em que levantou ideias reformadoras e inovadoras de “prosperidade do país assente no comércio”, exercendo uma influência profunda na história intelectual e no desenvolvimento comercial da época moderna na China.

    Com vista a comemorar os 180 anos do nascimento de Zheng Guanying, o IC vai realizar, entre Abril e Dezembro deste ano, uma série de actividades temáticas, começando pelo lançamento do Concurso de Fotografias Familiares, para incentivar os residentes e turistas, através de actividades familiares, a visitarem a Casa do Mandarim com os seus familiares, e aproveitar a oportunidade para divulgar e transmitir, em conjunto, a mensagem de protecção do património cultural de Macau. Os residentes de Macau e os turistas podem candidatar-se, a partir de hoje, com fotografias familiares tiradas na Casa do Mandarim, compartilhando os belos momentos que passaram lá com a sua família. São admitidas todas as fotografias tiradas antes da data-limite (31 de Maio de 2022), quer antigas, quer novas. Cada participante só pode apresentar uma fotografia, acompanhada por um texto explicativo de 50 a 100 caracteres chineses. O regulamento do concurso e o formulário de inscrição podem ser consultados na página electrónica temática (https://zgy.ruimeitech.com), onde as obras devem ser submetidas até à data-limite estabelecida. Os candidatos qualificados e que já concluírem as inscrições serão abrangidos automaticamente por um sorteio, com oportunidade de ganhar modelos de blocos de madeira da Casa do Mandarim, de edição especial, disponibilizados no âmbito das comemorações dos 180 anos do nascimento de Zheng Guanying. Existem 300 vagas.

    O júri do concurso, composto por fotógrafos experientes de Macau e representantes do IC, vai seleccionar dez fotografias com base no tema, nas técnicas fotográficas e de composição e na concepção, sendo que os vencedores vão receber um troféu e um prémio de MOP1.000 patacas. Além disso, as suas obras serão incluídas no álbum digital e exibidas na Casa do Mandarim. Para obter informações mais detalhadas, é favor contactar a Sr.ª Tam ou a Sr.ª Vong, funcionárias do IC, através do telefone n.º 2835 6881 ou 8590 4344, durante o horário de expediente. As outras actividades da série vão sendo lançadas sucessivamente, e as suas informações serão divulgadas posteriormente.

    O IC tem tomado providências adequadas na organização dos seus eventos, seguindo estritamente as orientações anti-pandémicas impostas pelos Serviços de Saúde. Em articulação com os trabalhos de prevenção da pandemia desenvolvidos pelo Governo, todos os participantes devem usar máscara, sujeitar-se à medição da temperatura corporal, digitalizar o Código QR exclusivo para estabelecimentos (Código de Local) e apresentar o Código de Saúde, bem como manter o distanciamento social adequado e seguir as medidas de prevenção pandémica e de controlo de fluxo de multidões em vigor no local.


    Política de Privacidade    |    Feedback

    Copyright © Instituto Cultural, Reservados todos os direitos.
    Praça do Tap Seac, Edif. do Instituto Cultural, Macau
    Tel:(853) 2836 6866 Fax:(853) 2836 6899 Email:webmaster@icm.gov.mo

    Este site foi optimizado para visualização a 1024 x 768, nas versões Internet Explorer 10, Adobe Acrobat Reader 9 ou superior.