Elementos do Património Cultural Intangível

    Canções da Água Salgada



    Apresentação:

    As canções da água salgada, também conhecidas como “canções vernaculares dos pescadores”, são formas orais de expressão cultural, que fazem parte de um tipo de comunicação artística sobre a vida quotidiana, sendo uma forma de entretenimento dos pescadores locais, e uma tradição sendo sobretudo populares na região do Delta do Rio das Pérolas, contando já com uma longa história. São cantadas em cantonês, sem qualquer música, apresentando letras longas e curtas. Diferentes melodias, palavras de mote ou narrativas correspondem a diferentes tipos de canções e ritmos. As formas de actuação incluem duetos, com chamadas e respostas entre homens e mulheres ou solos. Os temas variam entre trocas de palavras entre vizinhos, relações entre homens e mulheres, casamentos e funerais. As canções da água salgada são livres em estilo, cantadas com o ritmo natural das  composições, com os seus tons dependendo das letras e os seus ritmos mantendo-se suaves e flexíveis. São igualmente um reflexo dos sentimentos dos pescadores sobre a ondulação que experimentam ao viver nos barcos em andamento.

     

    Estado de preservação:

    As canções da água salgada eram populares nas antigas comunidades de pescadores. Nos últimos anos, porém, devido à redução do número de pescadores, bem como à transformação dos seus estilos de vida e o uso de barcos de pesca mecânicos, menos pescadores locais cantam canções da água salgada quando chegam à margem. Apesar de alguns deles ainda o fazerem, sendo a forma de actuação transmitida pela memória e por ensino oral, sobretudo entre familiares.

     

    Valor patrimonial:

    As canções da água salgada são formas de expressão oral tradicional realizadas por grupos de pescadores locais na forma de duetos, com chamadas e respostas. Com fortes traços ligados ao território, estas canções são reflexos das emoções e das percepções das coisas do quotidiano que fazem parte da própria experiência dos pescadores, incluindo referências ligadas à cultura piscatória de Macau. Como expressão de valor sobre a identidade dos pescadores locais, as canções da água salgada são um elemento de grande significado sobre a indústria piscatória de Macau e sobre o próprio desenvolvimento da música local.


    Política de Privacidade    |    Feedback

    Copyright © Instituto Cultural, Reservados todos os direitos.
    Praça do Tap Seac, Edif. do Instituto Cultural, Macau
    Tel:(853) 2836 6866 Fax:(853) 2836 6899 Email:webmaster@icm.gov.mo

    Este site foi optimizado para visualização a 1024 x 768, nas versões Internet Explorer 10, Adobe Acrobat Reader 9 ou superior.