Elementos do Património Cultural Intangível

    Dança Folclórica Portuguesa






    Apresentação:

    A dança folclórica portuguesa é uma dança de grupo oriunda das zonas rurais de Portugal. Trata-se de uma arte performativa que combina a dança tradicional popular, o canto popular e respectivo acompanhamento instrumental. Trazida para Macau pelos portugueses, este tipo de dança desenvolveu-se com elementos da cultura local, sobretudo contando com o contributo das comunidades locais de portugueses, macaenses e chineses. É dançada aos pares, e o número de participantes pode chegar até às dezenas, com o acompanhamento musical de instrumentos, tais como violinos, acordeões, cavaquinhos, harmónicas, guitarras tradicionais e tambores. A música é sobretudo de teor tradicional e reflecte aspectos da vida diária do povo ou temas românticos,  contando com algumas líricas em patuá ou em mandarin. A dança tradicional portuguesa valoriza o aspecto colectivo e requer a cooperação entre todos os dançarinos, músicos e cantores para apresentar uma actuação com um acompanhamento ligeiro e aparentemente espontâneo.

     

    Estado de preservação:

    A história da dança folclórica portuguesa em Macau tem longa data.  Sendo sobretudo popular entre as comunidades portuguesas e macaenses de antigamente, este tipo de dança começou a despertar mais interesse entre a comunidade chinesa local na última metade do século XX, com o estabelecimento mais formal de grupos de dança folclórica portuguesa. Actualmente, a tradição da dança popular portuguesa de Macau está a ser transmitida por quatro a cinco grupos locais, constituídos por cerca de 70 praticantes amadores. No geral, as danças folclóricas portuguesas locais correspondem actualmente a actuações que integram celebrações oficiais ou actividades culturais públicas, sendo  promovidas principalmente entre escolas locais e a comunidade em geral.

     

    Valor patrimonial:

    A dança folclórica portuguesa de Macau é uma forma de actuação que combina o canto e a dança tradicional, sendo inspirada nas artes folclóricas rurais do interior de Portugal e integrando características culturais de Macau. A forma como esta dança é praticada localmente e as suas respectivas implicações culturais são bons indicadores sobre o diálogo cultural entre a China e Portugal, bem como sobre o intercâmbio entre as diferentes comunidades de Macau. O desenvolvimento deste tipo de dança em Macau reflecte bem o legado cultural da cidade e a evolução que as artes e a cultura portuguesa têm tido por iniciativa dos residentes locais, nomeadamente através da comunidade macaense, sendo um símbolo importante sobre a identidade local e sobre o perfil cultural da cidade. 


    Política de Privacidade    |    Feedback

    Copyright © Instituto Cultural, Reservados todos os direitos.
    Praça do Tap Seac, Edif. do Instituto Cultural, Macau
    Tel:(853) 2836 6866 Fax:(853) 2836 6899 Email:webmaster@icm.gov.mo

    Este site foi optimizado para visualização a 1024 x 768, nas versões Internet Explorer 10, Adobe Acrobat Reader 9 ou superior.